Grupo de trabalho estudará estratégias para promover consumo do mel no Estado

Na primeira reunião do ano, a Câmara Setorial da Apicultura constituiu um grupo de trabalho, formado por produtores, técnicos da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), pesquisadores e outros especialistas, para definir estratégias de promoção do consumo do mel no Rio Grande do Sul.

A percepção é de que o público geral tem pouco conhecimento a respeito do mel produzido no Estado. “Há tanto a divulgar sobre a qualidade do mel gaúcho, seus diferentes tipos, de acordo com a floração e localização geográfica, além dos principais polos produtores”, enumera o coordenador das Câmaras Setoriais da Seapdr, Paulo Lipp.

Entre as sugestões levantadas e que serão aprofundadas pelo grupo de trabalho estão campanhas publicitárias de promoção do mel e a inserção do produto na merenda escolar da rede pública estadual. O grupo de trabalho se reunirá em 17 de julho para definir todas as propostas de ação, que serão apresentadas na próxima reunião da Câmara, com data a ser definida.

Imagem e Fonte: https://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/apicultura-2089/grupo-de-trabalho-estudara-estrategias-para-promover-consumo-do-mel-no-estado-185177

Tender com Mostarda e Mel

Mais uma receita típica de natal!

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de mostarda
  • 3 colheres (sopa) de mel
  • Uva Itália (cerca de 15 grãos)
  • 200 g de cerejas frescas (ou em conserva)
  • 1 manga média cortada em cubos
  • 100 g de nozes picadas
  • Cravo-da-índia para decorar
  • Cebolinha verde picada para decorar
  • 1 Tender
  • Papel alumínio

Modo de Preparo

  1. Prepare uma mistura com a mostarda e o mel, mexa bem e reserve.
  2. Faça cortes quadriculares no tender, espete cravos nas junções e lambuze-o com a mistura de mostarda e mel. Leve ao forno preaquecido (180ºC) coberto com papel alumínio por 25 minutos. Vá regando o tender com o caldo que se formar no fundo.
  3. Retire o tender do forno e remova o papel alumínio. Junte parte das frutas (sem a calda) em torno dele para que sejam aquecidas também e volte ao fogo baixo por mais 10 minutos.
  4. Coloque o Tender em uma travessa, decore com o restante das frutas e a cebolinha e sirva.

Imagem e Fonte: http://acarnequeomundoprefere.com.br/receitas/tender-com-mostarda-e-mel

Bolacha de Mel

Entre no clima de natal e faça essas deliciosas bolachas de mel!

Ingredientes

  • 1/2 xícara de açúcar refinado
  • 1/2 xícara de açúcar mascavo
  • 1/2 xícara de mel
  • 1/2 colher de café de noz-moscada em pó
  • 1/2 colher de café de cravo em pó
  • 1/2 colher de café de canela em pó
  • 1 unidade de Ovo
  • 1 unidade de gema
  • 1/2 xícara de chá de óleo
  • 1/2 xícara de chá de leite
  • 1 colher de sopa de sal amoníaco
  • 2 kg de farinha de trigo

 

Modo de Preparado

  1. Misture numa panela o açúcar refinado, o mascavo, o mel, a noz-moscada, o cravo e a canela e leve ao fogo. Misture com delicadeza até os ingredientes formarem um caldo homogêneo. Nunca deixe ferver.
  2. Numa bacia misture o ovo, a gema, o óleo, o leite e o sal amoníaco e bata tudo com um fouet (batedor especial). Adicione o caldo preparado na panela e dois terços da farinha, e continue batendo por alguns minutos. Cubra e deixe descansar por, ao menos, duas horas em temperatura ambiente.
  3. Retire e amasse adicionando aos poucos o restante da farinha, até a massa ficar homogênea.
  4. Estique-a com um rolo até formar uma camada de 3 a 4 milímetros.
  5. Após recortar a massa com forminhas de diferentes formatos, disponha as bolachas numa travessa coberta com papel manteiga e asse por 10 minutos a 180 graus.
  6. Use glacê real para decorar.

Imagem e Fonte: https://www.gazetadopovo.com.br/bomgourmet/receitas-pratos/bolachas-de-mel/

Arábia Saudita aprova importação de mel do Brasil

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa¬) recebeu nesta segunda-feira (19) comunicado de que as autoridades sauditas aprovaram o modelo de Certificado Sanitário Internacional (CSI) para a exportação de produtos apícolas (mel, propólis, cera).

A aprovação é fruto de gestões feitas pelo Mapa junto à Saudi Food and Drug Authority (SFDA), com apoio do adido agrícola no país, Marcelo Pinto. Missão técnica realizada ao país no último mês de outubro foi liderada pelo secretário de Defesa Agropecuária do Mapa, Luís Rangel, quando houve avanços nas negociações com a SFDA.

É mais um mercado aberto para o Brasil, que auxilia na diversificação da pauta de produtos e na ampliação da participação do país no agronegócio internacional”, afirmou o secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do ministério, Odilson Ribeiro e Silva.

Segundo Odilson Silva, a próxima etapa é o envio da lista de estabelecimentos brasileiros que desejam exportar produtos apícolas à Arábia Saudita.

O processo se encontra-se no Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) para oficializar o modelo de certificado.

Imagem e Fonte: https://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/apicultura-2089/arabia-saudita-aprova-importacao-de-mel-do-brasil-178191

Sombreamento natural desenvolve abelhas mais rápido e melhora qualidade do mel

Abelhas precisam de sombra e água fresca. Estudo conduzido pela pesquisadora Maria Teresa Rêgo, da Embrapa Meio-Norte (PI), revelou que o sombreamento das colmeias e a presença de água nas proximidades favorecem o desenvolvimento das colônias e a qualidade do mel. Um dos resultados mais expressivos dessa pesquisa mostrou que o sombreamento natural, com árvores, ajudou na ampliação rápida da área de cria. Essa área corresponde ao favo, no qual as crias se desenvolvem. A melhor faixa de temperatura para o desenvolvimento delas é entre 30 e 35 graus Celsius.

“Em uma colônia, as operárias trabalham para manter essa faixa de temperatura ideal às crias, seja aquecendo o ninho, quando ocorrem temperaturas baixas, seja resfriando, no caso de temperaturas elevadas”, explica a cientista. Segundo ela, quanto mais a colônia de abelhas estiver exposta a temperaturas que se distanciam dessa faixa, maior será o trabalho das operárias para manter um clima ideal e estabelecer a termorregulação. O trabalho das operárias no aquecimento ou resfriamento do ninho afeta o desenvolvimento das colônias.

Imagem e Fonte: https://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/apicultura-2089/sombreamento-natural-desenvolve-abelhas-mais-rapido-e-melhora-qualidade-do-mel-173508

Apicultores colhem uma das melhores safras de mel

As condições climáticas favoráveis que marcaram a primavera e o verão, influenciaram diretamente e proporcionaram excelentes floradas e, com isso, após algumas safras com quebra, os apicultores de Venâncio Aires registram uma safra cheia na primeira colheita do ano, que foi encerrada ainda em abril. A segunda ocorre nos meses da primavera. Como as floradas foram excelentes, não faltou o néctar para as abelhas produzirem o mel e segundo os próprios apicultores, esta é talvez, uma das melhores safras já colhidas.

Com uma casa de mel localizada na Vila Deodoro, o casal Vilson e Cléria Posselt Schlosser, conta com um total de 250 colmeias, que renderam em média, 22 quilos por caixa. Além disso, eles colheram um mel de excelente qualidade e com alta taxa de glicose. ‘O que também influenciou para a excelente qualidade do mel foi que o colhemos com tempo bom, temperaturas altas, e com isso, ele também não pegou umidade’, salienta Schlosser.

Imagem e Fonte: http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/apicultura-2089/apicultores-colhem-uma-das-melhores-safras-de-mel-171750

Frango Assado com Mel

Ingredientes

1 quilo de frango(aqui usamos as asas e coxinhas)

1/2 copo de manteiga

3 colheres de mostarda de primeira

3 colheres de mel

Sal o quanto baste

Pimenta do reino a gosto

1 colher de café de curry

 

Modo de Preparo

Pré aqueça o forno a 180 graus.
Misture todos os temperos até homogenizar e esfregue nos pedaços de frango até que fiquem totalmente untados.
Disponha os pedaços de frango numa assadeira anti aderente e leve ao forno por uma hora ou até atingir o ponto desejado, que deve ser bem dourado e molhadinho.
Sirva com arroz branco e salada.

Imagem e Fonte: http://gshow.globo.com/receitas-gshow/receita/frango-assado-com-mel-mostarda-e-curry-50b9f7b34d09381e46000041.html

Mel brasileiro se destaca no mundo

A própolis verde, produzida somente em Minas Gerais, chega a atingir mais de US$ 100 por quilo, enquanto o mel in natura recebe, em média, US$ 4 por quilo. O produto já tem certificação de indicação geográfica, e em breve contará com um selo de garantia da origem e qualidade. Em 2016, o setor faturou mais de R$ 470 milhões. O país exportou, naquele ano, segundo o Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE), mais de 24 mil toneladas.

Própolis verde tem origem na floração do alecrim-do-campo, nativo em regiões de mineração de ferro. A produção tem a ver com altitude, temperatura e tipos de abelhas. Muito comum no Sul, Zona da Mata e parte de São Paulo.

O mel brasileiro e seus derivados são considerados entre os mais puros do mundo e têm grande aceitação nos mercados europeu e norte-americano. “O mel brasileiro é orgânico e um dos melhores do mundo, pela alta qualidade”, atesta Andresa Aparecida Berretta, vice-presidente da Associação Brasileira de Exportadores de Mel (Abemel).

Foto e Fonte: http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/apicultura-2089/mel-brasileiro-se-destaca-no-mundo-168044

Sorvete de banana com canela, mel e cacau

Verão e nada melhor que fazer aquele sorvete para refrescar. Que tal essa receita saborosa?

Ingredientes:
1/2 dúzia de banana prata picada
1/4 de suco de limão
1/2 colher (sopa) de canela
Mel
Cacau

Modo de Preparo:
Coloque a banana picada em um recipiente e leve ao congelador. Após congelada, bata no mix e adicione o suco de limão e a canela. Sirva ou leve novamente ao congelador.

Fonte: https://www.guiadasemana.com.br/receitas/galeria/8-receitas-doces-e-salgadas-com-mel

Conheça os principais tipos de méis e suas utilidades

O Brasil é um país rico na biodiversidade de sua flora e com isso muitos produtos podem ser retirados da natureza, por animais ou insetos. Um desses alimentos é o mel, que é retirado de flores pelas abelhas no processo de polinização, ela garante a produção de frutos e sementas e a reprodução de diversas plantas

Os méis são produzidos tanto por abelhas sem e com ferrão (a Apis Melifera), porém eles possuem algumas diferenças em sua produção. Segundo Luís Claudio, gerente de produção da Apis Flora, as espécies são criadas de formas diferentes pelos apicultores e quem prova seus meles sentem a diferença na hora, já que um é mais ácido que o outro e na coloração percebe-se um tom mais escuros e com um sabor mais forte.

“O Brasil é muito rico em flores em que as abelhas coletam o néctar das mesmas para produzir mel. O mais conhecido é o de Laranjeiro, que possui uma coloração e aroma bem agradáveis, que são valorizados pelo consumidor” afirmou Luis Claudio, Gerente de Produção da Apis Flora.

A produção de mel pelas abelhas varia com a flor polinizada, com isso cada florada possui aspectos específicos. As mais comuns são:

Mel de Apis Melifera:
• De Laranjeira: claro, com aroma e coloração muito valorizado pelo brasileiro. Onde encontrar: São Paulo e Minas Gerais
• De Eucalipto: relativamente escuro, geralmente usado como expectorante e rico em minerais. Onde encontrar: região Sul e Sudeste
• De Cipó-uva: agrada os consumidores pela coloração e aroma. Onde encontrar: Cerrado
• De Bracatinga: produzido a partir de insetos sugadores que secretam um líquido açucarada no tronco da Bracatinga, nativa da região Sul. Mel mais escuro, rico em minerais, amargo e muito autêntico.

Mel de abelhas sem ferrão:
• De Uruçu: Produzindo na região Nordeste, é um mel amarelado e levemente ácido.
• De Mandaçaia: produzido nas regiões Sul e Sudeste, mel claro, com sabor do material de construção utilizado nas colmeias
• De Borá: produzido da região Sudeste, levemente salgado ótimo para temperar saladas;
• De Jandaíra: produzido na região Nordeste, levemente ácido, utilizado como produto medicinal.

Fone: http://www.portaldoagronegocio.com.br/noticia/apicultura-2089/conheca-os-principais-tipos-de-meis-e-suas-utilidades-166691